segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Não me procures
Que dentro a mim
Te encontrei

Sabendo-te
Forma, paladar e odor
És em mim errante

Tateei a mais densa treva
Para te saber
E sabes-me à Centelha de mim
Tremeluzente, errático, débil
Caminho de erro e acerto

Não me queiras submissa
Que na queda visto coragem
E arrebato a comoção
Não me esperes grata
Que sedução 
Não me cai bem

Torço, grito e agito-me, mas
Menino que a noite Redenta
Não me procures 
Que dentro a mim
Humano!

Te encontrei.




1 comentário:

ParadoXos disse...

um Natal felizardo
para ti também
amiga Ana


beijos natalícios

edu